REPÓRTER DO RODAS&MOTORES ESTARÁ NA COBERTURA DO ePRIX SÃO PAULO CONVIDADA PELA NISSAN

REPÓRTER DO RODAS&MOTORES ESTARÁ NA COBERTURA DO ePRIX SÃO PAULO CONVIDADA PELA NISSAN

Daiane Cristina, repórter do ambiente feminino do Rodas e Motores, foi a única jornalista do gênero de Goiás convidada pela assessoria de imprensa para cobrir o evento ao vivo e a cores, com tudo a que tiver direito pessoal e profissionalmente.

Com um mês de antecedência, a Fórmula E anunciou a abertura da venda de ingressos para o ePrix de São Paulo em 16 de março, taIvez porque a venda ao público através do site da  Eleven Tickets tem valores a partir de R$ 300 (entrada cheia), valor meio pesado para a época e para o evento. O carro da Geração 3 é rápido, corre a mais de 240 km/h mas os principais pilotos são pouco mais do que desconhecidos e os brasileiros Lucas di Grassi e Sergio Sette Camara estão mal, em equipes fracas. A salientar, para efeito interno, a Daiane Cristina, repórter do
ambiente feminino do Rodas e Motores, foi a única jornalista do gênero de Goiás convidada pela assessoria de imprensa para cobrir o evento ao vivo e a cores, com tudo a que tiver direito pessoal e profissionalmente. O convite a ela é justo, atualmente a Daiane Cristina, além de cobrir os eventos para o canal e programa Rodas&Motores, já participou de campeonatos de Kart amador em Goiânia, e dedica parte da sua rotina diária, acelerando no kartódromo de Goiânia a bordo do seu kart F4, pela equipe RC KARTING.

“Quando recebi o convite da Nissan do Brasil para cobrir a Fórmula E, fiquei extremamente feliz, um sonho de poder estar ao lado de grandes pilotos, numa corrida Internacional. “O  automobilismo sempre foi minha paixão, as mulheres estão ganhando cada vez mais espaço no automobilismo”. Eu tenho uma frase que aprendi e tenho como lema pra minha vida que é: “Lugar de mulher é onde ela quiser”.

Saiba mais sobre a Fórmula E

    1. E-Prix de Tóquio: a primeira corrida de Fórmula E no Japão
      No dia 30 de março, as ruas no entorno do centro de exposições Tokyo Big Sight vão receber os carros mais rápidos, mais leves e mais avançados tecnologicamente do automobilismo esportivo 100% elétrico. O circuito urbano de 2,6 km conta com 18 curvas desafiadoras e retas de alta velocidade. O local pode receber até 20 mil fãs, que poderão assistir toda a ação tendo o impressionante panorama urbano de Tóquio como tela de fundo.

Carro número 22 da equipe Nissan de Fórmula E faz curva em cima da chicane

 

    1. A corrida: tudo em um só dia
      As corridas de Fórmula E são famosas pelo formato acelerado, pois todo o evento acontece em um só dia, desde os treinos e etapas classificatórias até a corrida, em circuitos urbanos temporários. Com tão pouca margem de erro, o domínio da tecnologia, a preparação e as técnicas ao volante são as grandes chaves para o sucesso. Além de toda a ação e emoção, os espectadores ainda podem curtir música ao vivo, jogos e alimentação no Fan Festival

 

    1. Nissan: única montadora de automóveis japonesa na Fórmula E
      Movida pela determinação de mostrar sua tecnologia de veículos elétricos de ponta a uma plateia global, a Nissan estreou na temporada 5 (2018/2019) do Campeonato Mundial ABB FIA de Fórmula E, sendo a primeira e única montadora japonesa a participar da categoria de corridas 100% elétricas. O LEAF teve um protagonismo no projeto da tecnologia de competições da marca, graças aos dados e informações coletadas nos 16 bilhões de quilômetros percorridos pelos clientes do modelo 100% elétrico. Já as lições aprendidas nas pistas estão ajudando a criar nossa próxima geração de veículos elétricos de competições.

Visão de cima de um carro de competição com piloto dentro

 

    1. O carro: Fórmula E de Geração 3 (Gen3)
      Os carros de corrida Gen3 da Fórmula E são movidos a tração traseira, mas também contam com um motor na parte dianteira para a regeneração da energia. Pelo menos 40% da energia utilizada em uma corrida é gerada pela frenagem regenerativa – por isso, os modelos Gen3 são os carros de corrida mais eficientes do mundo! Eles entregam 40% mais potência que a geração anterior (Gen2), atingindo 350 kW de potência máxima e 322 km/h de velocidade máxima. Eles também são menores e mais leves que os carros Gen2, permitindo batalhas roda a roda ainda mais ágeis e rápidas.

Carro da Equipe Nissan de Fórmula com informações técnicas descritas em quadros

 

    1. Visual dos carros: muito mais do que abraçar nosso legado japonês
      O visual que remete às cerejeiras em flor do carro de corrida da Nissan é ao mesmo tempo uma homenagem ao seu legado japonês e o anúncio de um novo e ousado começo representado pela tecnologia dos veículos elétricos. Mas a decisão de ostentar a flor mais icônica do Japão novamente na temporada 10 vai muito além de uma decisão de design. Isso porque não haveria uma escolha melhor para a primeira corrida da Nissan na Fórmula E em casa, em presença de seus fãs.
AdvertisementAdvertisement