Equipe Mercedes de Fórmula 1 com visual agressivo

Dia intenso na movimentação das novas equipes de Fórmula 1, a campeã Mercedes  rodando em Silverstone com um visual mais agressivo e a novidade de um motor totalmente novo, redesenhado, não uma evolução do do ano passado.  A Red Bull mudou de cor, o azul predominante, o vermelho e o azul, da Honda, um aerofólio dianteiro simples para as novas regras e o novo motor que, junto com o cambio e a suspensão traseira, são os mesmos da Toro Rosso. Em Toronto, no Canadá, a Racing Point, mostra a sede dos novos donos depois da compra à Force India  finalmente livre de Vijay Maliya, que teve sua extradição liberada pelo governo inglês. Os novos donos são liderados por Lawrence Stroll, pai de Lance que assume um dos cokpits junto com Sergio Perez e promessas de pódio. Os treinos de pré-temporada começam 2ª. feira

As equipes que estão sendo apresentadas revelam uma predominância dos investimentos em potência e em aerodinâmica que se justificam com os regulamentos que entram em vigor na próxima temporada. Aerofolios foram os pontos que receberam mais desenvolvimento, em razão das mudanças que a Federaçao Internacional introduziu para estimular as ultrapassagens. E a potência dos motores foi incrementada porque, depois do inicio da temporada, não se pode mexer na sua essência, como começa, eles têm de terminar a temporada. Mas os motores foram autorizados a utilizar mais 5 quilos de combustível o que, por si, já estimula a procura por mais potência. Ferrari e Mercedes já revelaram motores mais potentes e agora, a Renault, revela que Ricciardo e Hulkenberg terão 46 mais cavalos nos treinos de classificação e 27 em corrida, reduzindo um déficit que era de 53 e 26 cavalos, respectivamente. Os franceses acham que estão perto dos italianos e dos alemães.

 

Anuncie aqui
bannerads_neder