Aposta da Renault na F1 em 2019

A Renault muda de nome para 2019 e avalia que seus motores vão continuar mais potentes do que os da Honda, palavras de Cyril Abitebouol, o chefão da versão esportiva da marca de automóveis, numa entrevista a revista alemã Auto  Motor und Sport. A equipe muda até o nome, para reafirmar ainda mais a associação com as corridas, para Renault F1 Team, em lugar do Renault Sport Formula One. Alias, outras equipes mudam de nome, a Force India muda para Racing Point, a Haas, para Rich Energy Haas F1 Team, a Williams, sem o patrocínio da Martini, volta a ser apenas Williams Racing e a Ferrari continua com o nome de seus novos patrocinadores, Scuderia Ferrari Mission Winnow, marca da Phillip Morris que, ao contrário do esperado, propõe uma maneira de substituir cigarros por alternativas livres de fumaça.   

Anuncie aqui
bannerads_neder